Social icons

Sobre nostalgia, sensações e hábitos bonitos

14 de dezembro de 2017

Esses dias eu estava conversando com alguém sobre Dezembro, sobre o Natal, e sobre o último dia do último mês. Não sei se com vocês isso acontece, mas fico sempre me questionando o que faz essa época ter um ar tão mágico, todo ano possuo a mesmíssima sensação. Não estou reclamando, pois não acho ruim, apenas penso ser interessante reviver esse sentimento e não me cansar nem me enjoar dele, muito pelo contrário.

Hoje acordei e a imagem que me veio à mente foi a ilustração de baobás salpicados de estrelas em volta, fiquei fitando ela por um breve instante... Depois me peguei folheando e lendo algumas páginas de O Pequeno Príncipe novamente. Não é mais novidade, porque já contei por aqui, que ele é o meu livro favorito. Caiu a ficha de que ao longo dos anos adquiri dois hábitos: 1. assistir aos filmes Ghibli nas férias que tenho da universidade, faço uma super maratona, é um filme por dia (tento me controlar pra não vê-los todos de uma vez); 2. e ler sobre o jovem principezinho, seja no exemplar de capa verde ou seja no pop-up que ganhei de uma amiga querida. 

Ah! Eu gosto tanto do clima calmo e do aconchego que esses dias finais carregam consigo! Gosto de ligar a tv de vez em quando só pra procurar algum filme onde apareçam luzinhas, casas e árvores enfeitadas, neve e aquelas trilhas sonoras natalinas nostálgicas, além das histórias clichês que deixam o coração quentinho...

Para mim, isso tudo se tornou um aglomerado especial de nostalgia, sensações e hábitos bonitos.

Be good, be better

4 de dezembro de 2017

Eu havia prometido pra mim mesma que Dezembro seria bom, seria diferente dos outros meses, seria até mais bonito que Setembro... Seria melhor. Não sei o motivo... Talvez seja essa época do ano que me faça gostar dos dias de uma forma descompromissada, talvez seja o sentimento que todo mundo quer espalhar por aí ou sejam as luzes piscando nas casas e vizinhanças da cidade pela noite. Não importa o motivo, era para ser bom. 

Fiquei doente, de novo. Perdi as contas de quantas vezes a gripe ou virose me visitaram no ano, credo. Talvez a culpa seja minha, eu tento mas não me alimento direito (mainha me diz nessas ocasiões), a imunidade está sempre baixa, e passo dias escutando esse Menina, come direito! Enfim, eu sei, eu sei... O mês mal começou e já tô fazendo drama; é por isso mesmo que resolvi fazer desse post um desabafo, pra largar tudo aqui. :D 

Bom, aí está a minha figura de agora: a semana toda passei na cama, de meia, com a garganta doendo aos horrores, e uma febre mais quente que o clima de Maceió </3. Prossigo doente. Mas eis que nasce um alívio. Uma brisa de esperança. A luz no fim do túnel. 

Hoje amanheceu chovendo. 
Natal e frio... Será?
Que sonho!
Pequeno, porém não deixa de ser sonho. 

December, be good, be better.


P.S. Acabei de criar uma nova categoria pro blog. :)

Bee Happy: November, and Christmas is coming

1 de dezembro de 2017





Novembro tinha acabado de começar e eu já estava ansiando por Dezembro. O mês rendeu cinco posts aqui no Candy, e fiquei feliz com isso. Apesar de ter sido proveitoso, o calor me deixou com preguiça nas últimas semanas, e eu nem registrei as fotos pro Bee Happy. Sorry. Então, fiz uma coisa que nunca tinha feito em todo esse tempo de projeto: as fotografias foram tiradas hoje. Pois é, vergonhoso, eu sei, haha. Mas, pelo menos, elas contam um pouco do que aconteceu nessas semanas calorentas.

Natal não combina com calor, mas combina bem com esse marcador de livros da Inventamor, que tô namorando muito. ❤ Além disso, continuo na infinita espera pelo meu planner que parece não querer chegar :(, aliás, todos os meus pedidos estão atrasados, tô começando a pensar que os correios estão tirando uma com a minha cara, mas ok. Essas duas washi tapes (me lembram essa época natalina) são da Bee Mine, onde compro muitos itens de papelaria e que se tornou meu espaço preferido da internet pra gastar, logo mais vai ter post sobre essa loja incrível, aguardem! Apesar dos atrasos, tô curtindo cada vez mais decorar meu little bujo (mesmo com preguiça). Inclusive, quero agradecer os comentários maravilhosos que vocês fizeram sobre ele, awn, me encheram de alegria!!! ^.^

Pra finalizar, temos uma novidade no Bee Happy: outra integrante, yay! Agora a Laura fará parte do projeto junto comigo e com a Lary, fiquei super feliz com a iniciativa dela. Seja bem-vinda, Lau, e espero que goste de fazer parte do nosso time, hehe. Estou bastante ansiosa pra conferir o mês delas, com certeza está cheio de fotografias e histórias lindas. 

Enfim, até breve, pessoal, 
e que Dezembro seja leve. :)

My little bullet journal

19 de novembro de 2017

Ultimamente tenho ficado super feliz e agradecida com os comentários/elogios que vocês fizeram sobre o meu bullet journal, confesso que não esperava receber tantas palavras gentis! A verdade, pessoal, é que eu sei bem pouco sobre a prática e o exercício de escrever num bujo, o meu é tão simples, pequeno e vem pautado com linhas (diferente de um moleskine que usei antigamente), o que não ajuda na hora de economizar espaço, então está sendo um baita desafio pra me acostumar com isso.

Eu não sou muito de aderir uma ideia só porque algo está na "moda" ou viralizou em alguma rede social. A prática de ter um diário já se fazia presente no meu dia-a-dia, mas eu só tomei conhecimento de que eu poderia aperfeiçoar ele depois de ver algumas inspirações no pinterest. A ideia de decorá-lo com ilustrações, washi tapes, adesivos, e fotografias tiradas por mim, me empolgou demais! Encontrei feeds legais/lindos/inovadores no instagram que não resisti, criei um perfil para continuar me inspirando.

Depois dessa penca de ideias, eu precisava colocar as coisas em ordem, procurar conhecer mais sobre o bullet journal, entender todo o mecanismo e etc. Então, consegui achar inúmeras postagens incríveis de pessoas que eu já seguia e outras não, mas como são muitas, resolvi escolher as três que foram um gatilho pro meu aprendizado. Não quero entrar em detalhes sobre o bujo, até porque não sou nenhuma especialista (tem gente bem mais informada que pode explicar melhor) e, pra não escrever bobagem, prefiro que vocês leiam com quem entende do assunto. Tenho certeza que não vão se arrepender! :D

Afinal, o que é um bullet journal e como começar um?


Esse post foi escrito pela Hady, e também foi o primeiro que li. Inclusive, o meu planner (que chegará em breve/assim espero >.<) é praticamente igual a esse dela, só muda a capa. Enfim, nessa postagem ela traz informações sobre quem criou, como funciona, por onde começar e, claro, explica o que é um bujo. Gostei muito da forma exposta nas palavras dela: É uma lista de afazeres, um diário, um planner? Bem, não é somente uma coisa ou outra, na verdade é tudo isso! Apesar de na essência o conceito ser aplicado a uma lista rápida e simples de atividades para efetuar no dia a dia, o bullet journal pode ser adaptado como você quiser. Muitas pessoas usam o bullet journal como uma maneira rápida e dinâmica de organizar a rotina, como também para guardar suas lembranças, unindo tanto o trabalho quanto a vida pessoal em um único lugar. Ainda citando a Hady, ela nos dá três pontos cruciais sobre o motivo de se usar um bullet journal, sendo eles:

Planejar - o seu dia, sua semana, seu mês, seus projetos e outras atividades.
Organizar - listar informações úteis, como dados importantes, checklists e outros. 
Registrar - gastos, atividades, o que comeu, livros lidos, lembranças, acontecimentos, etc.

Ideias para bullet journal


O nome do post original é "Ideias para bullet journal em 2017" e ele foi escrito pela Maki, encontrei o blog dela há algum tempo e pude ler vários posts muito bons relacionados na categoria bullet journal, recomendo aqueles que forem assíduos por informações darem uma espiada lá porque achei tudo bem completo. Algumas das ideias que a Maki lista são ter uma página de memórias (me gusta), dividir o dia por partes (tipo manhã, tarde e noite - essa daí eu não consigo fazer por enquanto hahaha), transformar listas de livros e filmes em metas (gostei bastante dessa, mas nem se encaixa tanto na minha rotina por falta de variedade, talvez tente com outras coisas) e etc.

Como montar um bullet journal


Dando fim à sequência com mais um post escrito pela Maki, nesse ela nos dá um passo a passo de como criar um bujo, as informações vão desde os materiais escolhidos (ô parte que eu a-m-o) até planejamentos, daily/monthly log (coisa que ainda não apliquei, por isso que não canso de afirmar que meu bujo é beeeem simples, hahaha). Ah, outros links presentes nesse post da Maki com certeza vão ajudar a nortear melhor, confiram tudinho, ok? ;)

Como está ficando o meu pequeno bullet journal


Até agora eu só tenho esse caderninho como bujo, comecei com a vertente de ser um rascunho ou cobaia, hahah, mas o carinho que sinto por ele é enorme, primeiro porque foi um presente e segundo porque é meu primeiro bullet. Eu quis deixá-lo com uma aparência que me lembrasse em todos os sentidos... Comprei papel madeira e o cortei com as mesmas medidas do caderno, depois imprimi essas suculentas, e colei tudo com colas isopor/bastão. Simples, rápido e fofo, sem gastar praticamente nadica. Fiquei contente ao ver o resultado final, principalmente por ter conseguido escrever "notes" de uma forma bonitinha e sem rasurar! \o/ Essas são algumas páginas registradas em diferentes dias, por isso a edição das fotos oscila um pouco:


E agora, pra terminar, se preparem porque o post vai receber uma chuva de fotografias que tirei da capinha ~sério, acho que nem chuva é, é uma tempestade mesmo, hahaha. Como disse antes, gostei muito dela, e ficou bem singela pra combinar com o estilo interior do bullet, hihi. Bom, espero que vocês tenham gostado desse post e das dicas. Ah, se também tiverem bullet journal, mais dicas e postagens sobre o assunto ou qualquer coisa relacionada, fiquem à vontade pra compartilhar, vou amar ver!

Até breve, pessoal.
















Contact

Nome

E-mail *

Mensagem *