Social icons

My little bullet journal

19 de novembro de 2017

Ultimamente tenho ficado super feliz e agradecida com os comentários/elogios que vocês fizeram sobre o meu bullet journal, confesso que não esperava receber tantas palavras gentis! A verdade, pessoal, é que eu sei bem pouco sobre a prática e o exercício de escrever num bujo, o meu é tão simples, pequeno e vem pautado com linhas (diferente de um moleskine que usei antigamente), o que não ajuda na hora de economizar espaço, então está sendo um baita desafio pra me acostumar com isso.

Eu não sou muito de aderir uma ideia só porque algo está na "moda" ou viralizou em alguma rede social. A prática de ter um diário já se fazia presente no meu dia-a-dia, mas eu só tomei conhecimento de que eu poderia aperfeiçoar ele depois de ver algumas inspirações no pinterest. A ideia de decorá-lo com ilustrações, washi tapes, adesivos, e fotografias tiradas por mim, me empolgou demais! Encontrei feeds legais/lindos/inovadores no instagram que não resisti, criei um perfil para continuar me inspirando.

Depois dessa penca de ideias, eu precisava colocar as coisas em ordem, procurar conhecer mais sobre o bullet journal, entender todo o mecanismo e etc. Então, consegui achar inúmeras postagens incríveis de pessoas que eu já seguia e outras não, mas como são muitas, resolvi escolher as três que foram um gatilho pro meu aprendizado. Não quero entrar em detalhes sobre o bujo, até porque não sou nenhuma especialista (tem gente bem mais informada que pode explicar melhor) e, pra não escrever bobagem, prefiro que vocês leiam com quem entende do assunto. Tenho certeza que não vão se arrepender! :D

Afinal, o que é um bullet journal e como começar um?


Esse post foi escrito pela Hady, e também foi o primeiro que li. Inclusive, o meu planner (que chegará em breve/assim espero >.<) é praticamente igual a esse dela, só muda a capa. Enfim, nessa postagem ela traz informações sobre quem criou, como funciona, por onde começar e, claro, explica o que é um bujo. Gostei muito da forma exposta nas palavras dela: É uma lista de afazeres, um diário, um planner? Bem, não é somente uma coisa ou outra, na verdade é tudo isso! Apesar de na essência o conceito ser aplicado a uma lista rápida e simples de atividades para efetuar no dia a dia, o bullet journal pode ser adaptado como você quiser. Muitas pessoas usam o bullet journal como uma maneira rápida e dinâmica de organizar a rotina, como também para guardar suas lembranças, unindo tanto o trabalho quanto a vida pessoal em um único lugar. Ainda citando a Hady, ela nos dá três pontos cruciais sobre o motivo de se usar um bullet journal, sendo eles:

Planejar - o seu dia, sua semana, seu mês, seus projetos e outras atividades.
Organizar - listar informações úteis, como dados importantes, checklists e outros. 
Registrar - gastos, atividades, o que comeu, livros lidos, lembranças, acontecimentos, etc.

Ideias para bullet journal


O nome do post original é "Ideias para bullet journal em 2017" e ele foi escrito pela Maki, encontrei o blog dela há algum tempo e pude ler vários posts muito bons relacionados na categoria bullet journal, recomendo aqueles que forem assíduos por informações darem uma espiada lá porque achei tudo bem completo. Algumas das ideias que a Maki lista são ter uma página de memórias (me gusta), dividir o dia por partes (tipo manhã, tarde e noite - essa daí eu não consigo fazer por enquanto hahaha), transformar listas de livros e filmes em metas (gostei bastante dessa, mas nem se encaixa tanto na minha rotina por falta de variedade, talvez tente com outras coisas) e etc.

Como montar um bullet journal


Dando fim à sequência com mais um post escrito pela Maki, nesse ela nos dá um passo a passo de como criar um bujo, as informações vão desde os materiais escolhidos (ô parte que eu a-m-o) até planejamentos, daily/monthly log (coisa que ainda não apliquei, por isso que não canso de afirmar que meu bujo é beeeem simples, hahaha). Ah, outros links presentes nesse post da Maki com certeza vão ajudar a nortear melhor, confiram tudinho, ok? ;)

Como está ficando o meu pequeno bullet journal


Até agora eu só tenho esse caderninho como bujo, comecei com a vertente de ser um rascunho ou cobaia, hahah, mas o carinho que sinto por ele é enorme, primeiro porque foi um presente e segundo porque é meu primeiro bullet. Eu quis deixá-lo com uma aparência que me lembrasse em todos os sentidos... Comprei papel madeira e o cortei com as mesmas medidas do caderno, depois imprimi essas suculentas, e colei tudo com colas isopor/bastão. Simples, rápido e fofo, sem gastar praticamente nadica. Fiquei contente ao ver o resultado final, principalmente por ter conseguido escrever "notes" de uma forma bonitinha e sem rasurar! \o/ Essas são algumas páginas registradas em diferentes dias, por isso a edição das fotos oscila um pouco:


E agora, pra terminar, se preparem porque o post vai receber uma chuva de fotografias que tirei da capinha ~sério, acho que nem chuva é, é uma tempestade mesmo, hahaha. Como disse antes, gostei muito dela, e ficou bem singela pra combinar com o estilo interior do bullet, hihi. Bom, espero que vocês tenham gostado desse post e das dicas. Ah, se também tiverem bullet journal, mais dicas e postagens sobre o assunto ou qualquer coisa relacionada, fiquem à vontade pra compartilhar, vou amar ver!

Até breve, pessoal.
















Cozy and inspire day

17 de novembro de 2017

Apesar de não saber o motivo, ontem o dia amanheceu inspirador. Pela tarde, fiz da minha cama um ninho para ler, e o momento estava tão acolhedor que parei um pouco, olhei ao redor e senti muita vontade de fotografá-lo. Reuni algumas coisinhas pra deixar as fotografias mais bonitas, as plantinhas do pé de pitanga (que me fazem companhia num "jarro" improvisado no quarto) e algumas luzinhas.

Como eu tinha escrito em um post por aí, ultimamente estou com uma saudade grande de fotografar mais e tenho me sentido motivada pra isso vez em quando, então esse post será recheado de fotos, não importa quantas são, aliás, não contei. Apenas editei de uma forma em que a luz ficasse no mesmo tom que estava quando entrava pela janela. Gostei do resultado. Pra completar, enquanto organizava essa postagem, a playlist com músicas instrumentais do Studio Ghibli deixou tudo mais calmo e leve.



Vocês verão muitas fotografias semelhantes, mas resolvi bular isso de "retirar/excluir" elas, talvez seja um pouco cansativo vê-las ou notar que são quase iguais, mesmo assim tive uma vontade de incluir todas, afinal, não existe regra pra isso e, se há alguma, existem exceções. O motivo das semelhanças é por gostar de brincar com o desfoque da lente, acho bonito como a 50mm causa, em mim, essa sensação de coisa mágica. <3


Também vou aproveitar esse post pra falar sobre duas pequenas mudanças no layout do blog. Bom, está claro que eu não mudei de tema, e nem quero mudar porque adoro esse. Ele foi desenvolvido pela Gabri, a mente brilhante por trás do The basic page. Conversei com ela há uns meses atrás dizendo que queria fazer algumas mudanças; um tempo depois, ela me respondeu, disse ser possível aplicar as transformações e o valor do trabalho. Assim, finalmente, resolvi incluir no blog um menu-drop e um slider. O menu-drop era algo essencial pra mim, porque posso colocar a quantidade de páginas que eu quiser no menu sem me preocupar com o tamanho que ele ficará depois. Já o slider, desde o início achei que faltava um elemento que mostrasse os últimos posts ou os mais vistos, então optei por esse, e gostei muito! Vocês também gostaram? :)



A leitura da tarde não foi nenhum livro comum, mas a minha nova Bíblia de estudos, comprada há uns meses atrás. Pra quem se interessa por estudos assim, essa é do Matthew Henry da CPAD. Tô gostando bastante de conciliar a leitura devocional com as aplicação de M. Henry, na verdade, eu já estava lendo os comentários bíblicos de Henry (que vêm nessa Bíblia) pelo notebook, mas nela os textos são bem mais resumidos porque os livros - Comentário Bíblico - dele possuem muuuuitas páginas (e coloca "muitas" nisso) haha, ia ser tipo uma enciclopédia caso tivessem incluído tudo o que ele escreveu. A minha capa é a de couro marrom, achei ela muito bonita, inclusive, e o tamanho das letras também me agradaram, só as folhas me incomodaram por serem finas demais, não posso usar qualquer tipo de caneta, e provavelmente os marcadores também irão manchar... Mesmo assim, estou me organizando pra comprar as linhas Stabilo boss e Mildliner em breve pra deixar tudo mais bonitin, hehe. <3


Espero que me perdoem o post enorme e cansativo, pessoal, mas foi justamente pra matar a vontade que estava sentindo disso, afinal meu blog é um diário fotográfico, quero parar de me reprimir tanto e deixar de formular na minha mente que a postagem tem que ter uma quantidade X - máxima ou mínima - de fotografias, quem quiser ver todas, que veja, quem não, não tem problema algum, até porque todas estão aqui com a finalidade de serem, mais tarde, lembranças para mim, hihi. :D


Por fim, queria agradecer todo o carinho que vocês têm depositado nos comentários, todos eles me fazem feliz, sei que sempre escrevo isso, mas gosto de deixar tudo bem transparente, hehe, e suas palavras me dão bastante motivação, estou até pensando em montar novos projetos pra o ano que vem, *-* algumas situações estão mudando e tomando novos rumos (a mudança pra outra cidade ficou "incerta"), principalmente porque consegui passar no curso de design da Ufal e em Janeiro irei iniciar uma nova fase da minha vida, estou tão empolgada com isso! Sou grata pelo apoio de todos aqueles que acreditaram em mim. :)
Obrigada e até logo!

Contact

Nome

E-mail *

Mensagem *